21 de janeiro de 2013

21/01/2013

Aquele momento em que o mundo segue seu curso e alguns de nós ficam para trás.

  • Oi, Mima! Vi seu comentário (o que é uma bondade muito grande da sua parte, considerando que estou deixando o blog tão abandonadinho…). Juro que tava na minha lista vir comentar (eu leio todos os posts quase no mesmo dia em que saem, porque sempre olho minha lista de leitura do Blogger), bem ao lado de ” começar a ler ‘A culpa é das estrelas’ “. Ia fazer isso amanhã, mas depois de ver seu recadinho decidi não esperar.

    Eu soube sobre o seu pai um tempo depois que aconteceu (vi no seu Facebook, coisa que eu faço às vezes, apesar de não ter um). Fiquei realmente muito triste. Primeiro foi o choque e depois veio aquela tristeza por você. Pensei em mandar um e-mail, mas fiquei um pouco tímida: escrever o que? escrever como? será que é hora de falar palavras que podem soar vazias? Afinal, eu não vivi a sua dor. Mas – mesmo sem ter visto você pessoalmente e mesmo sem você nunca ter me visto – eu me sinto confortável pra dizer que conheço, pelo menos, parte de você. E que a sua dor também pode me afetar.

    Então eu guardei meus pensamentos pra mim mesma (até agora) e apenas tenho falado com Deus. Lembro, desde então, de pedir por você e sua família nas minhas orações. Eu não posso oferecer palavras que aliviem, ou um abraço, mas eu sei que Ele pode estar com você o tempo todo e fazer muito mais do que todos desejam poder.

    Por agora é só. Beijinhos e permaneça com O Espírito Consolador.

    P.S.: Também estava com saudades. Você é a única amizade virtual que eu tenho…
    P.S.2: Vou deixar pra falar do site no post correspondente, pra não bagunçar.
    P.S.3: Finalmente fiz o cadastro no Gravatar. Aqui tá tão bonito, que eu não queria ficar sem um ícone legal.

    • Só posso dizer a tudo isso que seus comentários sempre me fazem sorrir de orelha a orelha. Adoro. :D E vi seu Tumblr e achei a coisa mais fofa e inspiradora e gostosa. Se eu fosse ter um Tumblr, gostaria que fosse igual ao seu. Mas, como o seu já existe, me contento com isso :)