desilusão

Mania

Às vezes acho que Deus permitiu essa dor recorrente para que eu tenha um freio. Porque às vezes sou bipolar desse jeito. A euforia pela vida é quase uma mania: abraçar o mundo, não ir dormir, sorver a existência a goles generosos. Quantas vezes já não cheguei a este ponto? A sensação de que encontrei, finalmente encontrei, […]

Ler Mais

O clamor eterno

Embrulhei meu sonho num papel de seda Depositei-o em um baú vedado Escondi-o em uma gaveta E tranquei-o com cuidado Mas madrugava e a madeira tremia E, de dentro da estante, a fera gemia: – É possível, é possível! Quero ser realizado! Embrulhei o baú com linho puro Depositei-o numa jangada Enviei-o ao mar profundo Para […]

Ler Mais

O sapatinho de cristal

Tudo com que sonhei, eu tenho. Tudo pelo que lutei. Todos falam ao mesmo tempo. A banda soa desafinada na cacofonia da festa. Os servos passam, oferecem vinho, frutas frescas, petit gateau. A cera das velas já está pela metade derretida. A parentada gargalha, aplaude, se comove e dança semiembriagada. E o meu príncipe, de […]

Ler Mais

A Casa dos Espelhos (ou “O porquê de eu te amar”)

Ela não entendia como eu era capaz de amá-la. Tentei contar a verdade, mas não consegui. Às vezes, parece que existe uma distância quase impossível entre os sentimentos mais profundos e os verbetes do dicionário. Aí só nos restam gemidos inexprimíveis. Ou histórias. E essa é a história de porquê a amo: Era uma vez, […]

Ler Mais

A pior morte

Antes mesmo de abrir os olhos pela manhã, sabia que havia algo diferente nela. Não sabia exatamente o quê. Ainda sem acordar totalmente, deixando os pensamentos dançarem a caminho da consciência, mexeu os dedos das mãos, desenhou semicírculos com os pés, respirou fundo e tentou localizar a origem da dor. Não era bem fome, mas […]

Ler Mais