14 de novembro de 2014

Dia 1 #30diasdegratidão

Ressuscitando o blog com o desafio de fotografar durante 30 dias algo pelo qual sou grata. Comentem, participem, compartilhem, entrem na onda :) Gratidão faz as pessoas mais felizes.

Para quem sabe que eu moro na Europa, o motivo da minha gratidão hoje parece até meio nonsense. Mas é engraçado que muitas vezes não me sinto mesmo na Europa naquele sentido positivo e mágico de quem acha que isso é um grande sonho. A verdade é que a vida se torna comum depois de um tempo. A rotina faz assentar o pó de pirilimpimpim, esperar o bonde adquire o mesmo ranço da espera pelo busão, a neve é só um empecilho pro trânsito, os alemães nas ruas se tornam só mais estranhos esquisitos de quem a gente desconfia sem motivo e a gente reclama de tudo como se ainda vivesse no Brasil.

Dia 1: morar num bairro que me faz me sentir na Europa.

Aqui na Alemanha morei até pouco tempo atrás apenas em vilarejos (dorf em alemão) com população entre 3 e 9 mil habitantes. Então eu me sentia morando na roça, no fim do mundo, no purgatório… ou seja, em qualquer lugar menos na Europa. Foi só há cerca de 9 meses que mudei para uma cidade de verdade (uns 300 mil habitantes) e, contra todas as expectativas, moro num bairro muito fofo, cheio de prédios antigos, bem próximo ao centro da cidade e à universidade, que é relativamente grande e famosa. Há estudantes barulhentos, gente maluca excêntrica por todo o lado, uma farra só. E, imaginem só, o prédio que eu moro foi construído em 1897 (antes da Primeira Guerra Mundial!).

Acho que é necessário, de vez em quando, uma decisão consciente de reavivar o encanto. Não importa onde a gente more, sempre há coisas lindas e mágicas com as quais estamos tão acostumados que simplesmente paramos de perceber.

Hoje confesso que sonho um pouco com os canais de Santos, com o jardim da praia, o sol, a areia, os bolinhos gordurosos de bacalhau, a avenida barulhenta cheia de vida não importando o horário da madrugada. Ô, povo que só valoriza o que não tem mais.

E pra você? Que há de lindo onde você mora?

#30diasdegratidão