6 de dezembro de 2014

Dia 22 #30diasdegratidão

Dia 22: meu cantinho de ser menina.

Nunca me dei ao direito de ser muito menina. Cresci com dois irmãos mais velhos, uma mãe meio moleca e um pai sem orçamento para cosméticos. Só quando já estava mais velha comecei, para ter um dinheirinho próprio, a vender Natura e Avon, o que me levou a conhecer e me encantar por esse mundo completamente novo.

Num segundo, passei a ser ao mesmo tempo, artista e tela. É meu momento de me dar um jeito, de me fazer sentir humana novament e de relembrar que delineador é uma dádiva divina.

Demorou, mas entendi que vaidade não é futilidade. Nossa aparência não define quem somos, mas comunica algo para nós mesmos e para os outros a respeito de quem somos quer queiramos ou não. E como boa “comunicóloga”, não quero só saber falar um bom português, quero comunicar bem de todas as formas. É um mero cartão de visitas.

E no nosso novo apartamento, ganhei um mimo do meu marido: meu lugar próprio para isso. Não sei se é porque ele sabia que eu ia adorar ou porque ele não aguentava mais meus produtos espalhados por todos os cantos da casa. Nosso novo banheiro mini nem tem espaço para isso, hihi. De qualquer forma, aquele cantinho do quarto é meu ateliê, meu lugar de ser menina. E sou muito grata por isso ^^

  • Ô, Mima, essa penteadeira você comprou naquela loja que você falou? Porque se sim, eu acho que vou chorar por eles não virem mais pro Brasil…
    Achei o espelho e aquele vasinho de flor os toques de mestre. Seu cantinho tá uma fofura.

    • Sim, é do IKEA :x Vamos, eu choro junto com você. Meu cantinho só fica uma fofura uma vez por semana, no resto é um caos de maquiagem, cosméticos, lencinhos, algodão e demaquilante espalhado por todo canto.

  • quero um pra mim também!!!