10 de fevereiro de 2009

Eu também posso montar uma grife

Aposto que toda vez que fico uns dias sem postar, os coracoezinhos de todos vocês gelam: “será que ela acabou com a última tentativa de ser uma blogueira habitual“?! Vocês se remexem na frente do computador, com digitacoes nervosas, perguntando-se como sobreviverao sem ler as variedades variadas daquele blog com nome comprido! Se é para o bem de todos e a felicidade geral do universo cibernético, declaro que fico!

Bem, chega de egocêntricas e egoístas ponderacoes megalomaníacas. Vamos ao que interessa: eu! >:D

Como alguns de vocês sabem, minha mania da semana tem sido moda. E, quer saber, seguir moda é chatíssimo, mas, se inspirar ou rir das criacoes é super divertido.

Às vezes, dá raiva do que os estilistas ficam tentando nos empurrar, insistindo que usar saia na cabeca é divertido…e o que dá mais raiva ainda é que você acaba comprando a tal da saia para cabeca alguns meses depois porque as lojas simplesmente nao vendem mais chapéu! OK, este foi um exemplo esdrúxulo, mas toda menina que se acha consciente sabe o que é rir de uma coisa num dia e usá-la no outro. As nao-conscientes nao chegam a rir, elas enfiam a tal da saia na cabeca de uma vez.

Nao? Alguém já ouviu falar de calca boca de sino aqui? Quer coisa pra ser mais ridicularizada num ano e usada de novo no outro?!

Além de muitas idéias serem tentativas medíocres de nos forcar a mudar todo o guarda-roupa, porque, sabe, aquilo que você tem é so last year, os precos sao inacreditáveis. Uma estilista reclamou em seu blog que os precos de marcas internacionais está na casa dos 20 mil dólares. Eu pessoalmente acho que a partir dos 15 mil, o vestido já está ligeiramente inflacionado. Qualquer uma que já tentou dar uma de esperta, comprando roupa de marca na Brands4Friends, conhece a frustracao que isso dá. Puxa, uma bolsa Prada de 2.600 euros por 2.050! Viva . . . .

Mas, o que mais gosto em acompanhar moda é perceber o quanto eu estou in e os estilistas out. É só dar uma olhada, por exemplo, na colecao de primavera deste ano da Donna Karan. É bonita e tititi, mas, convenhamos, sao basicamente lencois bonitos muito bem-pendurados.

Eu já antecipei essa tendência em novembro do ano passado, quando eu e minha cunhada e musa inspiradora, fizemos uma sessao de fotos na casa dela.

Yes, it’s a blanket!

Bem, como essa indumentária fantástica com um tom de Idade Média nao foi feito com material meu, digamos que.. foi de graca! Pelo meu trabalho artístico, considerando o preco atual das criacoes… cobrar 20 mil dólares.. o lucro é de.. …. …. *calculando* ….. puxa, 20 mil dólares!

Portanto, está lancada hoje a grife Mima Pumpkin.
Alguém quer comprar?

(Mimi, depois te pago pelo cobertor, tá? =***)

[yellow_box]Entre na moda por menos de 20 mil euros! Clique AQUI![/yellow_box]
  • Eu me remexo. x)
    Adorei o post “sem inspiracao” (cof, cof), ich habe dir schon gesagt =*

  • Haha, eu morri de rir aqui do seu senso de humor altamente crítico, Mima :P
    Eu já me peguei muitas vezes questionando esses desfiles com coisas esdrúxulas que as ‘pobres coitadas’ das modelos [pagas p isso e muito] usam!
    Acho que se vc comercializar mesmo, o Aveia vai ter que dar adeus ao lençol forever, hauehuaeh!
    Acho até que ele vai querer ter uma porcentagem na coisa, hahaha!

    :*

  • Sou completamente a favor de um post sobre a Bundesliga! E ainda estou esperando a repercursão da demissão do Felipão (Aliteração em “ão”) aqui no blog! :D

    Mas sim, gostei do post. =)

  • poxa, um post de moda que eu até consegui ler. Mesmo assim to esperando o meu post sobre a Bundesliga.

    Eu vou querer 10% do lucro tendo em vista que o cobertor era MEU (e custou 14 euros no IKEA!).

    Finalmente, assiste razao a voce no trecho “Eu pessoalmente acho que a partir dos 15 mil, o vestido já está ligeiramente inflacionado.” Só pra exemplificar: há tres anos atrás, antes da greve dos bichos-da-seda parisienses, voce podia comprar dois por 29 mil e duzentos e 3 por 43000 (apenas 14333 por peca).

  • O pior de dar uma fortuna numa roupa é que ela acaba sendo tão exclusiva, tão exclusiva que só pode ser usada uma vez…:/

    Falando de lençol, dá pra arriscar que a idéia saiu das tradicionais festas de toga nas universidades, tem uns amarrados tão bonitos que a gente aprende a fazer no Utube, hauahau

    A menina aí de cima lembrou bem do estilo que o Versace criou e que a Donatella vulgarizou. Mas pra falar de conceito e diversão o negócio é McQueen e Galliano mesmo.

  • Adoro seus posts Mima!
    Realmente alguns estilistas exageram com algumas criações que “nunca vamos usar” mas isso “faz parte”, pois se chama “criar um conceito” não significa que aquela bolsona, ou a calça na cabeça será tendencia. O grande lance esta em transformar tudo isso em algo usável e é ai que moram os grandes talentos.
    Vide Versace… mtos dos seus looks são de passarela, mas em suas lojas chegam aquelas coisas leeeeendas e maravilhosas que vemos nas celebrities. Ele criou “o estilo Versace” um tipo de mulher para usar…

    Mas qto ao preço concordo. Apesar de eu tbm adorar e (sonhar) e um dia ter um “Pradinha” nos meus pés ninquem merece gastar 20 mil euros num vestido. Ai q eu adoooooro fuçar esses sites de street style e afins, pq vc pega as ideias, pensa naquilo que vc gosta e fica bem em vc e procura em tipo uma
    H&m, C&a, Top Shop, Zara… vc ai esta mais do que bem servida dessas super lojas.

    Mima is a Fashionista!!