9 de janeiro de 2009

Manias da Semana!

Acho que foi o Jonatas (irmão do meio) que criou o rótulo “mania da semana” para as minhas obsessoes repentinas. Tratam-se de atores/atrizes, cantores/as, livros e seus escritores, sites, hobbies, enfim, manias mesmo, que surgem repentinamente na minha vida. O “semana” soa meio arbitrário, mas é só um valor temporal simbólico que pode se referir a horas, dias, meses ou até mesmo anos.

É claro, existem manias da semana que sao como estrelas cadentes. Um brilho repentino e intenso que logo some ;)

E existem manias da semana que serao constantemente mencionadas, porque, em verdade e verdade vos digo, que elas sao como estrelas e permanem para sempre. As vezes, sao só ligeiramente ofuscadas pelas estrelas cadentes. Lógico, existem estrelas que sao como o sol e estrelas como…bem, as que não são como o sol (denunciei que astronomia nunca foi ainda uma mania da semana? rs)

Algumas manias da semana recorrentes:

Lost

Indiscutivelmente, a melhor série americana atualmente. Nenhuma outra é tao bem feita, detalhista, complexa, multifacetada e fornece tanto entretenimento como essa. Entre gostar de Lost e ser obcecada pela série existe uma tenua fronteira, hauaha. Os mais interessados e observadores (ok, e obcecados) curtem mais o programa em todos os seus aspectos. Tenho orgulho em já ter induzido duzias de pessoas ao vício. A ABC me deve royalties.

Josh Groban

Queria escolher um video só do Josh para apresenta-lo a vocês, mas parece impossível. Todas as músicas sao perfeitas, mágicas e o Joshinho é tao eclético que sao muitos estilos e idiomas diferentes. A maioria das brasileiras ficou conhecendo o cantor num programa da Ally McBeal, no qual intepretou um adolescente meio bobinho que canta num baile de formatura e, é claro, deixa a todos de boca aberta. Para o mundo, ele foi apresentado aos 17 anos, nos Grammys de 1999, quando teve que substituir Andrea Bocelli num dueto com Celine Dion. Seu currículo inclui trilhas sonoras de filmes (AI, Tróia, Expresso Polar) e duetos com grandes nomes da música, como Lara Fabian, Charlotte Church, Barbra Streisand, Plácido Domingo, Sarah Brightman, Beyonce (haha), entre outros.

Eu viajo nas músicas do Josh Groban. Ele é americano, mas arrasa também nas cancoes em italiano, frances, espanhol, latim etc. As em italiano sao minhas favoritas, inclusive as que ele mesmo compoe. Bem, chega de falar, confiram vocês mesmo.

Cantando ao vivo no programa American Idol, com um coro de criancas africanas:

Michael Bublé

Alguns o chamam de o Frank Sinatra canadense, embora, segundo o cantor, ele preferiria ser chamado de o Brad Pitt canadense, xD Tá, o Bublé é meio palhacito nas entrevistas, mas isso nao é qualquer indicador de falta de talento nos palcos. Ele arrasa nos covers de clássicos de Sinatra e seus contemporâneos. Já ouvi alguém dizer que ele faz cancoes antigas parecerem novas e cancoes novas parecerem antigas. É assim mesmo. E é o tipo de música que dá pra sentir. (Ele tem o mesmo produtor do Josh Groban. Coincidência? I think not!)

Um cover do Sinatra pra vocês:

Musicais

Ahhhh, antigos, novos, engracados, tristes, divertidos, dramáticos, surpreendentes, todas as possibilidades! Musicais conseguem exprimir coisas que filmes de outro gênero muitas vezes nao conseguem exprimir. A música tem um poder incrível, né? Tanto que nenhum filme sai sem uma trilhinha de fundo. Mas, quando pegam a trilha e colocam como fator principal do filme, nem a lua é o limite :D (Vide Moulin Rouge e a lua cantora de ópera).

Como escolher um favorito? É impossível. Estes sao alguns dos que eu gosto muito, muito, muito.

 

Faca uma missao de ver todos esses filmes antes de decidir se gosta ou nao de musicais!

Enfim, chega de manias por hoje! Conforme as novas virem e forem, manterei-os devidamente atualizados, ;)