28 de fevereiro de 2013

O peso do silêncio

No momento, não tenho palavras leves para um site repleto de borboletas. Vivo ultimamente pesada—de preocupações, de dúvidas e de silêncios. É, descobri que até o silêncio tem peso. No mínimo, o peso do que não pode ser expressado nem em lágrimas. Algum dia, quando não doer mais, extravaso. Será possível?