13 de janeiro de 2010

Poesia for dummies – De n00b para n00b

Confesso que sou totalmente leiga. Dormia nas aulas de literatura. Detesto métrica, rima, definição de soneto, epopéia, gêneros e toda essa bobagem teórica.
Mas, adoro poesia.

Poesia é como música.

O que é música? Uma série de sons que se encaixam de alguma forma juntos (definição minha).

Poesia é a mesma coisa. Só que em vez de notas, usa palavras.
Um poema pode ter significado, como pode não ter. Pode ser sobre o amor, pode ser sobre o nada. Pode ser dramático ou encerado ou bobo-alegre. Você pode curtir só pela sonoridade ou pelo que ele diz ou por como ele faz você se sentir.

Por isso, não entendo quem diz que não gosta de poesia. É como dizer que não gosta de música. De nenhuma música no planeta? Ou é do Créu que você não gosta? Ou é de Mozart que você não gosta? Ou é da Xuxa que você não gosta?

E o que dizer de traduções e versões para o português de poemas estrangeiros?

Continuando a comparação com música: traduções literais são como ler traduções de música no site Vagalume. Serve para entender sobre o que diz, mas não é a mesma coisa que escutar realmente a obra original, né?

Versões de poemas estrangeiros em português são, por sua vez, muitas vezes como as versões em português de músicas internacionais (por exemplo, My Heart Will Go On cantado por Sandy & Junior). Precisa dizer mais?

“Num dia desses, o exato momento do último instante. Eu, bêbado como sempre, num sonho de escriba extravagante…”

Minha missão de vida (só dessa semana, provavelmente) é espalhar o gosto por poesia no planeta, dando amostras de todo tipo, para todos os gostos, a fim de que, enfiando goela abaixo, o envenenado tome gosto pelo veneno. Er.

Como eu não sou nenhuma Sandy & Junior (lol), não vou me arriscar a cantar Celine Dion. Quando postar poemas estrangeiros, vou vagalumizar. Se mesmo assim o poema ficar uma caca, aqui vai a dica: aprender outros idiomas. xP

[yellow_box]Desafio ao leitor! Achar um poema no universo que você não ache tao bobo ou agonizante quanto os da aula de literatura e postar em algum lugar da blogosfera (aqui, em seu próprio blog ou no blog de algum chato). Se quiser, pode até fazer uma introdução dizendo por quê escolheu aquele poema e que significado ele tem para você. Vamos espalhar o vírus! ^^[/yellow_box]

[white_box]Recomendo: As Palavras Têm Sabor da Debby. Elas têm! ^^[/white_box]