2 de fevereiro de 2009

Top 10 coisas que NÃO sinto falta do Brasil

O sucesso do post anterior me inspirou a escrever as top 10 coisas que não sinto falta do Brasil. Isso também porque teve gente reclamando que os convenci a nao mudar mais para a Alemanha e tititi e blah blah blah, heuhauha

Estou convencida que todo mundo devia morar fora do país pelo menos durante um ano, por quatro motivos:

1. Poder perceber que o próprio país nao é o centro do mundo
2. Desvencilhar-se dos preconceitos causados pela opiniao subjetiva de outros
3. Perceber que o próprio país nao é tao legal assim (ou é)
4. Perceber que o próprio país é o melhor lugar do mundo (ou nao).

E uma conclusao nao contradiz a outra! É complexo desse jeito, :P mas, enfim, aqui estao as 10 coisas que jamais sentirei falta no Brasil:

10 – Ninguém dá bola para Cultura

Palácio / Museu de Karlsruhe

Karlrsuhe só tem 300 mil habitantes, mas tem mais de 25 museus, centenas de exposicoes permanentes e transitórias, concertos semanais gratuitos e pagos de ópera, jazz, blues, música folclórica, orquestras, artistas locais e internacionais, sem contar as incontáveis bibliotecas, videotecas etc. Tudo muito organizado e muito bem frequentado.

9 – Jeitinho brasileiro

Nao estou falando de espontaniedade e flexibilidade. Estou falando da maldita mania brasileira de sempre querer levar vantagem. É quase um distúrbio psicológico coletivo: brasileiros, geralmente, acham estupidez nao se aproveitar da “oportunidade”, quando existe uma, de ser desonesto a benefício próprio.

8 – Pagode / Funk / Axé / qualquer barulho de madrugada

Aqui eles levam a sério a lei do silêncio. Depois das 10, SHHH!!! A multa é brava e as denúncias sao levadas a sério. É uma quietude e paz que meu sono agradece.

7 – Pagode / Funk / Axé a qualquer hora

Convenhamos, essas pragas deviam ser simplesmente banidas do universo.

6 – Transporte público

Que estou confiante que todo dia meu ônibus passa exatamente no minuto 27 de qualquer hora, entre as 6 da manha e 8 da noite, nenhum brasileiro consegue conceber. Aos vinte e SETE minutos??? Tao preciso assim? SIM! Nas raras ocasioes que nao chega nesse horário, mimados como somos, resmungamos: “Que droga, o ônibus tá DOIS minutos atrasado!”

Com os trens e bondes, entao, nem se fala. Em Karlsruhe, em quase todos as paradas, um painel eletrônico informa em quantos minutos o transporte desejado deve chegar (vide foto).

Ah, e já falei que nao tem cobrador? Você entra quando a porta abrir, senta e curte a viagem. Nao é que os alemaes confiem na honestidade dos passageiros. De forma aleatória (raramente), um fiscal passa e verifica os tickets. Se você nao tem, a multa é certa e no mínimo no valor de 60 euros. Simplesmente, nao é financeiramente inteligente arriscar.

A pontualidade dos trens, me lembra de outro ponto que nao sinto falta no Brasil…

5 – Atrasos

Eu já fui muitas vezes culpada de falta de pontualidade no passado, mas é algo que realmente acho que devia mudar.

Sempre que eu marcava de me encontrar com alguém, no Brasil, eu tinha que calcular quanto eu devia me atrasar para nao ter que esperar muito pela outra pessoa. E, se por um estranho acaso do destino, a outra fosse pontual, era por mim que ela tinha que ficar esperando. xD Para quê atrasar quando se pode chegar na hora? A vida é curta para se gastar tanto tempo dela esperando. E é muito irritante esperar.

4 – Falta de acesso a bons cosméticos

É engracado, mas é sério. Acho um absurdo um país com um dos maiores níveis de vendas de cosméticos do mundo ter que contar, em sua maior parte, com produtos importados, muitas vezes, caríssimos em relacao a renda média nacional. As poucas empresas brasileiras tentam se igualar às importadas simplesmente ao aumentar o preco.

Europeu paga em euro, mas ganha em euro. E, mesmo convertendo para real, a maior parte das vezes os produtos saem mais em conta do que no Brasil. Já comparei: um mesmo produto, de uma mesma marca (americana), que no Brasil está por mais de 20 reais, aqui encontro por 2,50 euros (menos de 8 reais).

E, ainda assim, as brasileiras sao consideradas as mais bonitas do mundo. Sabe por quê? Teoria: elas gastam em cosméticos aquilo que gastariam em comida. É a dieta do consumo fútil, xD

3 – Medo de assaltos / furtos / sequestros

Eles simplesmente nao acontecem tao frequentemente aqui. FATO. A polícia funciona, pessoas sao punidas. FATO.

Nenhum brasileiro acredita quando digo que ando aqui sozinha, depois das 22, numa rua completamente deserta, sem iluminacao nenhuma, sem medo.

2 – Desapego com o passado

Eu entendo porque os brasileiros nao gostam de falar muito da própria História. A gente nao tem lá muito do que se orgulhar a respeito do passado, mas, convenhamos, quem tem? Os alemaes? Hah. Mesmo assim, o povo aqui nao deixa o passado ser esquecido. Eles têm a curiosa idéia de que se nao se aprende com o passado, os mesmos erros podem ser cometidos no futuro. A história de Hitler é contada exaustivamente, para que o povo nunca mais se deixe levar e manipular por um líder autoritário. Todo alemao sabe essa história de trás para frente.

Eu só ouvi falar da ditadura militar quando estava na oitava série. E, isso que nasci no ano em que ela acabou. E, mesmo depois de uma faculdade de jornalismo, os detalhes sao um borrao que preciso clarear consultando algum livro ou site a respeito…

Além do que, tudo que somos hoje é fruto do que fomos no passado. Só assim nos entendemos. Por que os alemaes sao conhecidos como pontuais, calculistas, frios e econômicos? Será que nao é pelo passado militarista, pelas guerras, quando foi necessário ser assim? Por que será que as novas geracoes sao o total oposto disso tudo?

E, o Brasil, por que é como é? A gente só vai entender um pouquinho quando for dar um passeio em Portugal. Eles guardam o passado. (Eles ainda vivem no passado)

A Idade Média foi nojenta, nao é nada do que se orgulhar também. Mesmo assim, há feiras temáticas, atracoes turísticas, exposicoes, livros, filmes e museus dedicadas a ela. É legal lembrar.

1 – Políticos / Políticas públicas

Todo mundo sabe que no Brasil se paga impostos abusivos, mas, convenhamos, ninguém reclamaria se esse dinheiro estivesse sendo usado corretamente. Afinal, oficialmente, voce já paga pela saúde, educacao, manutencao das vias públicas, aposentadoria etc. Só que, no Brasil, tudo isso é tao ruim que você acaba tendo que pagar mais uma vez pelo seguro particular, escola particular, pedágios, previdência privada etc etc etc…

Ao invés de usado para garantir nossos direitos, nosso dinheiro é usado para pagar poltronas massageadoras para os deputados, salários inimagináveis para os nossos supostos representantes e vestidos para a Marta.

A Alemanha também tem impostos altíssimos e a maioria dos alemaes concorda com eles. Por que será?

Além de tudo, a Angela Merkel é muito mais bonita que o Lula, xD

[green_box]Realize o seu sonho! Viaje para o exterior. CLIQUE AQUI para comparar as melhores tarifas de passagens.[/green_box]
  • Legal Mima, morando nos Estados Unidos, concordo com a maioria dos Top 10. Mas infelizmente, nas cidades grandes como Los Angeles e Nova Yorque há o medo da mesma maneira que há no Rio quando se sai a qualquer hora e é preciso estar atento.

  • Ju

    Passei por aqui! XD

    (Cansada da viagem, só pra vc saber que eu tô lendo.)

  • Eu digo (e faço) a mesma coisa em relação aos atrasos. Sou famosa pelos meus atrasos, mas também já cansei de sair estabanada, calçando sapato pelo caminho pra depois ficar meia hora esperando ser atendida, seja onde for. =/

    Eu odeio quem fala mal do Brasil e acha que qualquer outro lugar é melhor do que aqui. Acho uma covardia isso… você não faz nada pra mudar e acha que a saída é simplesmente ir embora. Mas a questão da SEGURANÇA é o que pega pra mim. Eu vivo com medo, tenho pensamentos pessimistas e terríveis a cada saída que eu dou, seja de dia, seja de noite. Não gostaria de viver a vida toda assim, nem ter filhos nessa situação. Seria se preocupar em dobro (ou triplo ou mais =P).

    Por isso, meu sonho é um dia poder morar num país mais tranquilo, ou eu possa aproveitar a vida sem ficar me limitando a fazer coisas por medo de outras. É muito triste, mas é a realidade. E mudanças só virão a longo prazo, então pra mim, a solução seria essa mesmo!

    Adorei o TOP 10! =D

    Beeeijos!

  • Quem sabe um dia eu vá pra longe e faça listinhas de 10+… hehehe Obrigada pelas informações, Mima

  • Verdade, não lembro de ter lido uma descrição tão bacana do nosso Brasilzão ^^

    :*

  • Wow! Muito bom… Você escreve muito bem! bah!! huhu

    Tenho uma vontade doida de ir pro exterior, e mesmo se só tivesse o Top 10 de ontem, continuaria a ficar mais doido ainda com o tempo. =)

    Em tudo na vida existem pros and cons… então, vivamos felizes!

    Meu primeiro comentário por aqui.. Keep up the good work, Mima!

    Peace out

  • “Convenhamos, essas pragas deviam ser simplesmente banidas do universo.” -> Concordo em genero, numero e grau! ;P Como tbm com todo o resto que vc escreveu… Eu percebi que o proprio pais EH tao legal assim e que EH o melhor lugar do mundo, mesmo a Australia recebendo o segundo lugar, hahaha.

    Agora eh oficial, vc eh minha jornalista preferida, Mima! ;D

  • Lia

    Seus dois posts de top 10 foram maravilhosos. Nunca estive no exterior, então o TOP BOM me faz dar algum valor extra à essas coisas ^^” (menos a comida nordestina, pq infelizmente aqui em sampa as frutinhas sao bem marromenos! é duro achar fruta gostosa mesmo!)
    Já o TOP RUIM só confirma coisas que eu já sei e que pra piorar, sei que nunca irão mudar por aqui. :( Me leva praíiiiii!

  • Concordo com tudo! Principalmente com a parte das músicas de M*RDA!

    Mas não me imagino fora daqui. s2

  • Mensch, vc resumiu tao bem!

  • Ótimo, comentei errado. Na verdade certo, mas comentei pensando que esse era o post “10 coisas que eu sinto falta do Brasil”, hihihi. De qualquer jeito você entendeu vai!

    Mudando um pouco então, coisas como ESSAS do post, me fazem crer que seria melhor morar em outro país, assim como você. :) Beeijos!

  • Ah, nossa, eu MORRO de vontade de viajar para outro país, nunca viajei! Na verdade mesmo queria morar em outro país, mas coisinhas como essas que você postou me deixam com um pé atrás. De qualquer jeito deve ser uma experiência maravilhosa né?! Já apresentou pra alguém daí o brigadeiro? hahaha :D

    Mas me diz, você é jornalista, certo? E você foi pra Alemanha por quê? Desejo, emprego, necessidade…? rs. Sei que você não me conhece, mas quando vejo alguém que foi embora do país me dá uma vontade enorme de saber todos os motivos e ver se elas são tão loucas quanto eu! hihihi.

    Beeijos!

  • E eu sou testemunha de tudo isso e mais ainda, assino em baixo. Esqueceu de falar que aqui todo mundo sabe o salario dos govenantes, que nao tem as modomias do Brasil e nem salarios exorbitantes. Como falei la no meu blog “bragancas na Alemanha” temos muito que aprender com os nosso queridos alemaes. Que nao sao como pensamos no Brasil. Com eles aprendi mais sobre pontualidade e outra coisitas mais. Visitem meu blog tambem. Filha mais uma vez amei o que escreveu, tenho muito orgulho de ser sua mae.bjos