12 de janeiro de 2010

Você PRECISA ler: Jane Austen Edition

Eu sei exatamente o que você, leitor receoso, sente ao ouvir o nome da Jane Austen, porque já estive no seu lugar.

Flashbacks pavorosos de aula de literatura, vocabulário rebuscado, drama, tédio, excesso de cultura, intelectualismo esnobe, sono, morte lenta…
Esqueça tudo isso!

Os livros da Jane Austen sao o tipo que se lê por prazer e não por obrigação. Confie em mim. Nunca li Dostoievsky, tenho espasmos nervosos ao ouvir de Camões e nunca entendi qual é a do Morro dos Ventos Uivantes (ventos uivantes já não te dá sono?). E eu sei que títulos como Orgulho e Preconceito ou Razão e Sensibilidade ou Persuasão não são exatamente persuasivos (entendeu? Entendeu?), mas esses livros são qualquer coisa, menos entediantes.

Afinal, o que tem de tão legal na Jane Austen?

Para mim, uma das coisas legais é que os livros dela podem ser enxergados da forma que quiser. Um romance? Claro, por que não? Uma sátira? Pode ser. Um drama? Se você quiser. Um retrato realista de uma sociedade? Tá, se você for por esse lado…
Eu acho que essa é a marca de grandes histórias, as poucas que sao tao bem escritas: ultrapassam gêneros e rótulos. Além disso, as personagens se materializam em pessoas reais dentro da nossa cabeca e a gente até sente que viveu aquela vida junto com elas.

Eu sei que muita gente viu os filmes, mas um filme só tem uma das muitas interpretacoes possíveis. Orgulho e Preconceito com a Keira Knightley virou um romancinho típico (sem ofensas à Keira, curti o filme mesmo assim). Razao e Sensibilidade com a Emma Thompson e a Kate Winslet virou um draminha sem sal.

Aliás, se é para ver uma versao de alguma coisa recomendo Lost in Austen, uma mini-série de quatro episódios sobre uma mulher ligeiramente obcecada com o livro Orgulho e Preconceito que é transportada para dentro da história, através de um portal em seu banheiro, x) É uma interpretacao nada convencional e quase blasfêmica, mas muito divertida. (Você só vai aprecia-la se tiver lido o livro e/ou assistido a série de 1995 da BBC)
Moral da história: Se você é do tipo que gosta de filme de Sessao da Tarde, lê Crepúsculo e acha que a revista Capricho é uma ótima fonte de informacao, você vai adorar Jane Austen. Se você é do tipo que faz protestos contra a indústria cultural, odeia Rede Globo, abomina tudo que é pop e tem tendências marxistas… você também vai adorar Jane Austen. Se você nao se encaixa em nenhuma dessas classificacoes… bem, você também vai adorar Jane Austen.

* Post inspirado na minha mais recente aquisicao: o livro Der Jane Austen Club (O Clube de Leitura da Jane Austen)
Você já leu algum livro da Jane Austen? Qual seu livro favorito?
Compre livros da Jane Austen, clicando aqui :)